Manias e situações que se repetem quase sempre te colocam em um vórtice de hábitos ruins e prejudiciais a suas ambições, seja na vida pessoal ou profissional. Mudar hábitos e procurar novas soluções talvez seja um dos meios mais poderosos de conseguir resolver tudo isso.

Ainda mais quando esses hábitos passam por crenças limitantes que fazem com que você acredite que não é capaz de mudar e precisa ficar preso a essa insatisfação. É preciso lutar contra isso, mostrar para sua mente o quanto você pode tomar outros caminhos e procurar novos sonhos.

Mas tudo isso passa por hábitos ruins que devem ser combatidos.

A importância de mudar hábitos

E, talvez, o mais importante seja ter em mente que esses hábitos não precisam ser combatidos, mas sim eliminados. É preciso que eles se transformem no oposto do que eles representam. Ao invés de te limitar, eles precisam te motivar.

Não deixar nada para a sorte, exigir que seu destino, suas metas e sonhos não sejam atrapalhados por algo em sua mente te dizendo, repetidas vezes, que não é possível ser feito. Seu fracasso não deve ser justificado pela sorte. Na verdade, ele nem deve ser justiçado. Bem verdade, ele nem deve existir. Não acreditar em seu sucesso é que te leva ao fracasso.

E esse sucesso vem na esteira de uma série de hábitos que o motivam. Pense comigo… Estudos relevam que mais de 40% de nossas atividades diárias são feitas forjadas nos hábitos. Isso mesmo, praticamente metade do nosso dia é formado de ações que não pensamos muito, decisões baseadas em conceitos antes estabelecidos. É nosso inconsciente que comanda boa parte de nossas vidas.

Agora, pense que seu inconsciente pode estar tentando te falar que você não é capaz de algo, e com 40% de seu tempo em mãos, ele vai aterrorizar seus hábitos com essa enorme carga de situações que te jogam para baixo.

Aristóteles disse: “Somos aquilo que fazemos repetidamente”. E várias séculos atrás ele já estava certo. Mas, também, a humanidade teve os mesmos séculos para aprender com isso. Por isso, mude seus hábitos antes que você seja apenas um reflexo daquilo que você não tem controle.

Como mudar hábitos e quebrar limites

E uma das primeiras formas de mudar os hábitos ruins é terminar com qualquer atalho que ele signifique. Quase sempre esses hábitos estão ali para te ajudar a ter ganhos imediatos, seja de tempo ou energia, ainda que eles não tenham a consciência necessária para entender se aquilo está te ajudando ou atrapalhando. Por isso, o que devemos fazer é substituir isso.

É preciso encontrar novas recompensas e novos caminhos, forçar isso nos dia-a-dia até que isso se torne um hábito. Mudar de verdade, sejam coisas pequenas ou grandes, mas mais importante, mudar.

Um método de tentar mudar isso de modo sutil e fácil é buscar novas experiências, testar novas opções. Promover experimentos. Se acha que alimentação não está saudável, ainda que seja mais fácil comer aquela coxinha, tente mudar para uma maçã, se não der certo, veja se prefere um iogurte, ou outra fruta. Enfim, tente mudar, não continue fazendo algo que acha não ser bom o suficiente, somente porque não quer mudar.

Mas é preciso tentar identificar esses padrões em você. Entender onde esses hábitos surgem e para onde eles te levam. Podem ser resultados de gatilhos ligados a sentimentos ou emoções, podem ser algo do dia-a-dia, pode ser uma situação no trabalho. Se atente a eles, analise esses resultados e pense se aquilo está sendo bom ou ruim. Só sabendo o que você deve mudar é que você consegue mudar.

Não se deixe ser levado por esses hábitos sem perceber onde eles estão lhe levando. Esteja no controle daquilo que quer e comande onde vai chegar.